CANAL MEMÓRIA DA TV (escolha uma atração para assistir)

CONTROLE REMOTO (especial) - TÚNEL DO TEMPO

quinta-feira, 12 de abril de 2007


.
.
.
.
.
.
.
.
Novela de Ana Maria Moretzsohn
Direção geral de Márcio Waismann
Band - 1996/97
.
.
COMÉDIA ROMÂNTICA COM DESFECHO PARA LÁ DE FELIZ


Texto escrito por Lílian Fernandes, publicado pelo jornal O GLOBO (23/02/1997).


Chegam ao fim as gravações de 'Perdidos de amor'. Passou tão rápido que nem deu para cansar. Esta semana serão gravados os últimos dos 150 capítulos de "Perdidos de amor", que irão ao ar no fim de abril. A audiência, que até agora está na média de três pontos, ficou aquém do esperado, mas o prestigio da trama reafirmou o talento da autora, Ana Maria Moretzsohn, e incentivou a Bandeirantes a continuar investindo em teledramaturgia. Depois de dois fracassos consecutivos, "A idade da loba" e "O campeão", a emissora contabiliza um sucesso modesto, mas animador.- Esperávamos uma audiência de cinco ou seis pontos, mas o que houve é normal, uma vez que estamos reimplantando a dramaturgia. Já sabíamos também que a novela não daria retorno financeiro, mas ela foi boa, e teve repercussão inclusive junto à critica - pondera o diretor-geral da emissora, Rubens Furtado.Em lugares como Florianópolis, "Perdidos de amor" atingiu oito pontos. Por conta da repercussão, Ana Maria Moretzsohn foi convidada a assumir a supervisão do núcleo de dramaturgia da Bandeirantes. A idéia da direção, cujos três últimos folhetins foram realizados pela produtora independente TV Plus, é voltar a fazer novelas o quanto antes.Ana Maria, aliás, é só satisfação. Depois de 11 anos trabalhando na Globo, ela celebra seu primeiro vôo solo. Até então, só havia assinado uma única novela como autora: "Lua cheia de amor", em parceria com Ricardo Linhares.- Fiz o que eu queria, uma comédia romântica, o que estava fazendo falta na TV. E a novela foi muito vista e obteve prestígio na mídia - diz.O elenco também não tem do que se queixar. Principalmente a protagonista, Christine Fernandes, que até então só fizera pequenos papéis na Globo. Graças a "Perdidos", ela já foi sondada novamente pela emissora e estuda uma proposta da Bandeirantes.- Pude provar que consigo segurar uma protagonista. Fiz uma personagem rica e com muito humor - diz a atriz.Seu par romântico, Cláudio Lins, cuja primeira novela foi "História de amor", ficou igualmente satisfeito:- O trabalho teve um resultado acima do esperado. Aprendi muito - conta.O final da trama foi concebido sobre medida para agradar aos românticos. Rodrigo (Cláudio Lins) e Maria Luísa (Christine Fernandes) terão seu primeiro filho. Tiana (Lyla Colares) reconquistará Otávio (Paulo Figueiredo) e ficará grávida. Assim, Vivian (Paula Burlamaqui) e Pedro Henrique (Lugui Palhares) voltarão a ficar juntos, e se tornarão pais de uma menina. Quintino (Jonas Bloch) e Lali (Lucinha Lins) também se acertarão.Os vilões têm destinos diferentes: enquanto Ângela (Ester Góes) foge para o exterior, Fernando (Diogo Infante) é preso. A última cena foi reservada para Jéssica (Carol Machado), que lança um livro sobre a vida de Pedro Henrique. Depois. disposta a escrever a biografia de uma socialite, ela parte com os pombinhos Tony (Miriam Freeland) e Dalton (Carmo della Vecchia) para a Arábia.

Fonte: Banco de Dados TV-Pesquisa




Revista TV Contigo! (1997)

















.
.
.
VÍDEO


A abertura da novela "Perdidos de Amor".
.
.
.
BAIXE O VÍDEO (4,5M)
.
.
.

2 comentários:

lucassantiagoxp disse...

Valeu pela abertura !

Nuno Pedro Fernandes disse...

saudade dessa novela... eu e minha irmã a assistiamos aki em portugal na hora de almoço... Não havia como a JS... se lembram??