CANAL MEMÓRIA DA TV (escolha uma atração para assistir)

CONTROLE REMOTO (especial) - TÚNEL DO TEMPO

sexta-feira, 23 de novembro de 2007

CABARÉ DO BARATA


Texto publicado pelo jornal O Globo (2004)

.
Em 1989 estreava o programa humorístico "Cabaré do Barata", sob o comando de Agildo Ribeiro. Era exibido pela extinta Rede Manchete todas as quartas-feiras, às 22h30m. O programa foi dirigido por Augusto César Vanucci, e tinha um detalhe interessante: os bonecos que representavam os políticos brasileiros foram confeccionados pela dupla Gepp e Maia especialmente para o humorístico. Na época, comemorando 20 anos de TV, Agildo não escondia seu entusiasmo com a nova emissora - que infelizmente ficou pouco tempo no ar - e a oportunidade de fazer um programa "bem Brasil", aliando irreverência e humor à política, além de homenagear os grandes nomes do teatro de revista, como Carlos Machado e Walter Pinto.

O "Cabaré do Barata" não tinha quadros fixos, mas os tais bonecos participavam com frequência deles. Entre os políticos que eles representavam estavam Leonel Brizola, José Sarney, Jânio Quadros, Luiza Erundina e Paulo Maluf. Em um dos quadros, a atração era o barman, vivido pelo próprio Agildo, que misturava coquetéis nos quais os ingredientes eram inflação, férias, jetons, empreguismo, suborno e viagens. Outra novidade foi o lançamento da modelo Kátia Bronstein, que representava a presidência, idealizada e cortejada por vários políticos. Tinha também a presidenta decadente, interpretada por Sheila Aragão.

No primeiro programa, Agildo Ribeiro recebeu como convidados especiais a cantora Cláudia e o juiz de futebol Margarida. No "Cabaré do Barata", Agildo mostrava, através de seus personagens, toda a sua versatilidade de tarimbado humorista. Ele merecia nos dias de hoje um espaço onde pudesse mostrar ao grande público todo seu potencial humorístico e sua capacidade de satirizar os fatos políticos brasileiros.

Nenhum comentário: