CANAL MEMÓRIA DA TV (escolha uma atração para assistir)

CONTROLE REMOTO (especial) - TÚNEL DO TEMPO

sábado, 31 de julho de 2010

Cenógrafo Cyro del Nero morre aos 78 anos.


Morreu na madrugada deste sábado (31),aos 78 anos, o cenógrafo brasileiro Cyro del Nero. Paulistano do bairro do Brás, ele criou cenas para diversas peças de teatro e óperas, além de ter um importante papel na TV brasileira. Segundo sua assessoria de imprensa, a causa da morte foi insuficiência coronariana e ele deixa esposa e sete filhos.
.
Del Nero foi considerado o melhor cenógrafo nacional da 5ª Bienal de Artes Plásticas de São Paulo e também era professor da Universidade de São Paulo. Além de passar pela TV Record, Tupi e Excelsior, foi diretor de arte da TV Globo e responsável por diversas aberturas de novelas, além de criar as aberturas e o cenário dos números musicais do “Fantástico” na década de 1970. Eles são considerados os primeiros videoclipes produzidos no país.
.
Dentre os seus trabalhos, merecem destaque as aberturas da novela "Gabriela" (1975) e do infantil "Vila Sésamo". Também fez os logotipos do primeiro "Roberto Carlos Especial", de 1974, do folhetim "O espantalho" (exibido na Record, em 1977) e da TV Bandeirantes. O desenho atual é uma variação do modelo criado por ele no começo dos anos 1980.
.
Dentre os números musicais que produziu, "Gita", de Raul Seixas, é marcante. Criado em 1974, ele serviu de modelo para todos os outros feitos pelo "Fantástico". Pela inovação de "Gita", o cenógrafo disputa com Nilton Travesso o título de "primeiro videoclipe brasileiro".
.
Em 1975, Travesso dirigiu para o programa dominical o clipe de "América do Sul", de Ney Matogrosso. Ele defende que esse foi o primeiro videoclipe nacional por não ter sido realizado em estúdio e por utilizar o recurso da dublagem.
.
Informação: G1
.

Um comentário:

www.brenoaraujo.blogspot.com.br disse...

Grande perda o Brasil está de uma importante figura de um homem que contribuiu para a cultura nacional, mas que é pouco valorizado por nós mesmos.