CANAL MEMÓRIA DA TV (escolha uma atração para assistir)

CONTROLE REMOTO (especial) - TÚNEL DO TEMPO

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

1983











UM PIQUENIQUE MUITO AGITADO!


Por: Maria Bernardes
Jornal O Globo (14/08/1983)


Um afogamento de mentira, uma respiração boca-a-boca - que parece um beijo - documentada por uma câmara fotográfica. Cena de "Louco amor"?. Coisa nenhuma! É apenas a nova sátira de "Guerra dos sexos" que, imitando a novela das oito com muito humor, reserva ainda maiores emoções durante um inofensivo piquenique.
.
Todo mundo sabe o que é um piquenique, mas este, previsto para o capítulo 70 de "Guerra dos sexos'', vai surpreender com cenas hilariantes. Pudera! Reunir Nieta, Lucilene, Frô, Semíramis, Ulisses, Nando e até Ronaldo, que surge por acaso e acaba aceitando o convite, torna qualquer excursão uma piada, um campo de batalha para explosões de temperamentos tão marcantes quanto controvertidos. Os próprios atores vestiam mesmo a carapuça de suas personagens, durante as gravações na praia de Grumari, representando a paulista Praia Grande, para onde, no roteiro, se dirige o grupo. E que grupo! Cristina Pereira sorria das suas maria-chiquinhas e da própria Frô, que resolve paquerar o atlético Paulo César Grande. Leina Krespi, a tímida Semíramis, curtia muito seu visual: maiô com babadinhos floridos, laçarotes, e touca, como nos tempos da vovó. Estava irresistível! - Mas esperem só! A Semiramis ainda aparece num maiô sexy, no momento em que sonha que está beijando Nenê Gomalina... o piquenique é apenas um meio de tornar viável o plano de Nieta e Nenê para desmoralizar Nando perante Roberta. Aqui, o autor Sílvio de Abreu brinca com uma trama recente de "Louco amor", onde Gisela (Lady Francisco) aplica respiração boca-a-boca num desconhecido. Só que na "Guerra", a vitima é Nando e a afogada, uma nova personagem, em participação especial: Tânia Scher.
.
- Reforcei a Marivalda, a um sotaque castelhano. Ficou mais caricata e provocante. Marivalda, como definiu também Hélio Souto, é ''uma mulher de beira de cais", que recebe dinheiro para a encenação. E provoca ciúmes em Semíramis, responsável também por momentos engraçadíssimos no piquenique: - No seu devaneio, enquanto olha para o mar, Semíramis se imagina Deborah Kerr, ao lado de Burt Lancaster, como no filme "A um passo da eternidade". E outra bolação engenhosa de Sílvio, só que na novela a base de tudo é o humor. E dá-se o que não estava previsto, mas que acabou agradando o diretor Jorge Fernando: no momento do beijo cinematográfico, uma onda forte derrubou Hélio e Leina. A câmara registrou o susto, que quebrou o clima romântico. Os dois atores saíram do mar com frio e cobertos de areia e, enquanto Hélio foi procurar um chuveiro, Leina fez-se de forte. Voltou ao mar para um "banho de verdade". Nada a estranhar se fizesse calor, mas o vento em Grumari estava frio e forte. Tanto que era comum, nos bastidores das gravações, os trajes surrealistas: maiôs e casacos de lã. Uma das mais friorentas era Tânia Scher que, ainda se curando de uma gripe, só sala do ônibus para as suas cenas. Mais audazes, Mário Gomes, Paulo César Grande e José Mayer, aproveitaram a praia sem reservas. Enrolada num grosso casaco, Cristina Pereira brincava:
.
- São mesmo uns machões! Entretanto, ninguém se mostrou mais à vontade do que Max, o cãozinho, de Mário Gomes, também um convidado especial nas gravações. Para ele, um mergulho era muito natural. A dificuldade era segurá-lo, porque Max se metia na frente das câmaras mesmo quando não era chamado. A ida foi barulhenta, com um sambinha bem paulista rolando solto, o "Trem das onze", e a maior batucada. A volta teve o mesmo clima, por conta especialmente, de Semíramis e Dinorah, que se excedem na bebida. Dinorah acaba até perdendo a peruca, provocando muitas gargalhadas e o comentário de Leina Krespi:
.
- Olha como o Sílvio de Abreu saca direitinho as pessoas! A cena é cheia de graça, mas tem também uma seriedade psicológica muito grande. Quais as personagens que poderiam ter essas reações com a bebida, além de Dino e Semiramis? Os dois são tímidos, introvertidos, frágeis demais, se perdendo no exagero, quando a ocasião favorece.

.
.
Fonte: TV Pesquisa (PUC - Rio)
.
.
VÍDEO




Nenhum comentário: