CANAL MEMÓRIA DA TV (escolha uma atração para assistir)

CONTROLE REMOTO (especial) - TÚNEL DO TEMPO

segunda-feira, 30 de abril de 2012

1981



No dia 27 de abril de 1981, há 31 anos, a TV estava recheada de estreias na área da teledramaturgia.


DUAS ESTRÉIAS DE NOVELAS 

por Maria Helena Dutra
Jornal do Brasil  - 27/04/81


Hoje é dia de estréia de duas novelas. 
Em termos de televisão brasileira, e de 
seu público, vira data histórica. 
Nesta segunda-feira prossegue na Globo, 
já que a estação antecipou a estréia para 
a semana passada, o Fazedor de Milagres, 
às  17h30m na série do Sitio do Picapau Amarelo. 
É um original de Marcos Rey e ele informa que 
seu trabalho "não se identifica com a obra do 
escritor em termos de história, mas com o conteúdo". 
Com este pretexto cabe tudo, até a Groenlândia. 
No elenco convidado estão Fernando José, 
Germano Filho, Maria Zilda, Ricardo Wanick 
e Rodrigo Santiago como Chopin, Fábio Sabag 
no papel de um Balzac impensado pelo autor original, 
como sucede também com a introdução na 
 história da figura de George Gershwin. 
Na direção, Roberto Vignatti, e estreando na série 
como Tonico, o incansável batalhador 
José Roberto da Silva.


Às 18h30m, na 
Bandeirantes, 
começa a saga de  
Os Imigrantes
Mais urna tentativa 
histórica e 
rural da estação, 
desta vez de 
autoria de Benedito 
Rui Barbosa, direção de Atílio Riccó, com
Herson Capri, Antônio Pereira, José Pinero, 
Rolando Boldrin, Norma Benguell, 
finalmente estreando no gênero, Luiz Armando 
Queirós, entre outros. Elenco só da primeira fase, 
pois a obra se estende no tempo. Esperamos 
que tenha qualidade também para fazer isso 
no espaço e na audiência. Pelo menos, 
desta vez, a emissora estréia junto com 
a Globo e pode iniciar uma corrida e não 
perder o bonde no meio como sempre fez antes.

Ela está querendo 
alcançar o trilho 
de O Amor é Nosso!
que, às 19 horas, começa 
no canal 4. 
Depois de muitas tentativas 
frustradas de substituição, 
a emissora acabou ficando 
com o primeiro original mesmo, de autoria de 
Roberto Freire e Wilson Aguiar Filho, só que 
amaciado. Não é mais Transe Total e o 
personagem que seria psiquiatra acabou 
se transformando em padre. Altamente 
sintomático. A direção é tripla: Gonzaga 
Blota, Mário Márcio Bandarra e Jorge 
Fernando. Em teatro mostrou boa forma. 
No elenco, como de hábito multiestelar, 
Fábio Jr., Miriam Rios, Stênio Garcia, 
no papel transformado, Milton Moraes, 
Lisa Viera, Júlio César, ex-Pedrinho 
do Sitio e ator sumamente discreto 
do patético Village, e a iniciação 
no setor da cantora Marlene, 
a rainha da versatilidade.


Às 22h10m deste dia cheio, 
teremos o segundo 
episódio da Amizade 
Colorida, ainda 
no canal 4. 
O capitulo se chama  
Barriga, é de autoria 
de Antônio Fagundes, 
também o único
intérprete fixo, direção de Denis Carvalho, 
com as presenças convidadas de Lúcia Alves, 
Maurício Barroso, Osmar Prado, Olney Cazarré, 
Heloisa Arruda e outros. Depois da impotência 
inicial, o moço desta vez fica grávido. 
Duvidamos que a classe masculina vá ficar 
muito satisfeita com este seu pretenso 
representante no vídeo.

Nenhum comentário: